Seja o contador da história da sua vida



Às vezes me pego pensando em quais caminhos que deixei de trilhar para chegar onde estou, ou nos caminhos que me trouxeram até aqui. Será que é sou eu que penso nisso?

Sabe como é: desde cedo a gente aprende que temos que viver o hoje, pois o amanhã só vem amanhã e entre o hoje e o amanhã tem uma noite no meio, que pode mudar tudo. Com o tempo vamos entendendo que com passos constantes avançamos mais que uma tirada desembestada, que pode nos surpreender com uma topada no meio do caminho e que vai nos custar tempo e lágrimas.

Aos poucos o tempo nos vai ensinando que realizar sonhos não é tão simples assim e que custa mais da nossa vontade de realizá-los do que propriamente do dinheiro a empregar nele. Descobrimos que cada tijolo desse sonho é colocado ou retirado por nós mesmos. E que podemos transformar as frustrações de hoje em alicerces para essa construção.

Hoje vivemos em período de reconstrução de sonhos. O desemprego levou de muitos a alegria, a fé e até mesmo a esperança em si, mas nada pode mudar ou tirar o que está ai dentro você. Não se deixe abater pelas noticias ruins ou pelo que as estatísticas dizem. Não que elas não sejam importantes, mas elas não são a palavra final na sua vida.

Para cada um existe um tempo, para cada tempo uma história e para cada historia alguém para contar. Seja o contador da história da sua vida! Viva ela intensamente mesmo que hoje ela não seja a tão feliz. Entenda que aprendemos muito mais nos momentos difíceis do que nos momentos de alegria. Em tempos de alegria nem lembramos que existe tempos difíceis.

Desde pequena ouvia minha avó me dizendo nos momentos difíceis: - “Hoje não temos, hoje nos falta, mas amanhã é outro dia, outra história, e essa ficará na lembrança.” E hoje eu digo a você: do mesmo jeito que os dias bons passaram e que aquele instante da promoção passou, os ruins também passam. Eles não se eternizam em nossa vida, por mais que o tempo deles pareça ser tão duradouro.

Então, não deixe que os fatos de hoje tome as rédeas dos seus sonhos pondo fim em sua alegria ou na sua fé. Busque em você, busque em Deus, busque forças para não desanimar, para manter esse brilho vivo no olhar, essa confiança renovada, que quando você menos esperar sua hora vai chegar, as portas vão se abrir.

Mantenha-se firme, mantenha-se focado no seu dia a dia, em trabalhar seu interior, trabalhar o caminho para que quando as oportunidades cruzarem com você, você esteja no lugar e na hora certa, pronto para não deixá-las escaparem.

Seja disciplinado (a), leia, atualize-se, faça contatos, mantenha-se vivo e não escondido. Busque pessoas que te motivem e saiba que sempre temos um novo dia para recomeçar e uma noite para mudar tudo.

Mineiramente falando, não deixo de apreciar estar nesse mundo, mesmo muitas vezes ele sendo um caos, não deixo de buscar pensamentos bons, mesmo que muitas vezes seja tão difícil. Porque o meu céu também fica nublado e com tempestades. A Angústia muitas vezes vem me visitar como visita você, mas o que busco em tudo isso é que tenha um sentido no final.

Que minhas lágrimas não sejam em vão, que minha angustia não seja infantil, que minhas inquietações sejam estímulo de mudança e que eu possa renascer no outro dia.
Não menos preze esses momentos, pelo contrario, aprenda a transformar as suas lágrimas em lindos cristais de açúcar para adoçar corações sedentos de histórias, pois é disso que os nossos causos são feitos... Pequenas doses de vida, de alegrias e de tristezas que arrancam tempos depois sorrisos e admiração de quem as lê ou as ouve. Por isso, faça da sua vida a história mais emocionante que o mundo possa ver.

Um grande abraço


Postagens mais visitadas deste blog

Aqui em Minas, os versos são bordados e alinhavados...

MULHER MINEIRA

O sotaque das mineiras . Carlos Drummond de Andrade