A desculpa de hoje é a insatisfação de amanhã


Você já se perguntou quantas desculpas você se dá todos os dias ou quantas vezes você mentiu para si próprio, tendo o descaramento de dizer para os outros que não suporta a mentira? Quantas vezes colocamos a culpa na falta de tempo para justificar o não cumprimento de planos agendados no pensamento. Pensamos em fazer, pensamos em falar, mas deixamos sempre para lá o que vai exigir um pouco mais de nós.

O tempo é algo muito relativo, se você perguntar para um cirurgião o valor do tempo, vamos descobrir que o tempo para ele vale segundos, se você perguntar para um aposentado o valor o tempo dele, ele vai te dizer que já fez tudo, viveu muitas coisas, mas que agora ele quer descobrir mais do que a vida tem a oferecer, quer viajar, quer explorar mais, porque o tempo dele esta acabando.

Se você perguntar para um mineiro o valor do tempo, vamos te dizer, o tempo tem seu próprio tempo, pois aqui o tempo passa devagar, não temos pressa de viver, vivemos o dia como um todo, desde a hora que o sol nasce os pássaros começam a cantar e o galo dá bom dia, até o por do sol. Aquele instante que o sol se avermelha, os pássaros vão se recolhendo e o vento vem dar boa noite, tudo tem um sentido de ser e esse sentido de ser é que dá sentido ao nosso dia a dia.

Aprendemos que a desculpa de hoje é a insatisfação de amanhã, sabe aquele dia que você deixou de falar com seu colega de equipe? Você deixou passar uma grande oportunidade de fazer a diferença na sua estrutura como pessoa. Sabe aquela conversa na hora do almoço que você adiou, porque você não tinha tempo na sua agenda? Pois é, você deixou passar uma grande oportunidade de se permitir desligar do que afligia seu coração.

Desculpas foram feitas para nos amarrar, para nos impedir de sermos melhores todos os dias, seja honesto sempre com você, para que ao ser com o outro ele possa sentir essa honestidade.

Estamos cada vez mais ligados aqui, desconectados de nós. Estamos cada vez mais apressados e com mais desculpas inteligentes. Estamos criando em nós verdadeiras desculpas que de tanto as usar, estão se tornando verdades.

Um dia um amigo me disse: - “Olhe no espelho e tenha coragem de assumir quem você é, pare de se esconder, pare de criar versões baratas de você.” Eu te digo o mesmo, qual é a versão barata que você esta criando? Ou esta deixando que o mundo, o mercado, as possibilidades criem de você?

Antes que você pense que é hora de jogar a toalha, de chutar o balde e compra um sítio no interior de Minas e viver de brisa e pão de queijo, calminha meu bem! Vamos com muita calma, nessa hora. Estou te convidando a rever os caminhos que você tem trilhado que você tem escolhido e quais são os benefícios que eles estão te trazendo.

É difícil achar alguém que só faz o que gosta, porque até quem faz só que gosta, vai ter uma hora que vai fazer uma coisa que não gosta. Isso é inevitável! Mas estou te convidando, a descobrir dentro de toda essa estrutura ai, montada a sua volta o que esta te impedindo de ser melhor, de transformar desculpas em oportunidades de fazer a diferença na sua empresa, na sua casa e no mundo.

Portanto, faça a diferença, faça valer à pena o acordar cedo, seu café da manhã, seus colegas de trabalho, seus funcionários, seus sonhos, o seu salário, a família que você tem, os amigos que te rodeiam e torcem por você.

Porque mineiramente falando, essa gente de fala gostosa e jeito faceiro de ser, vive tão honestamente seu mundo particular, com seus desejos e simplicidades, contagia de tal forma o espaço que vive que quem nos visita sente essa coisa boa, que ninguém sabe bem o que é, mas damos o nome de “mineirice”. E “né” por nada não, nosso jeito meio sem jeito de ser, faz que esse Brasil tenha um charme bem particular e irresistivelmente saboroso.

Um grande abraço!


Foto: https://www.footprintstofitness.com/blog/posts/invest-in-yourself-now-to-save-later 


Postagens mais visitadas deste blog

MULHER MINEIRA

O sotaque das mineiras . Carlos Drummond de Andrade

Á Mineira